CLIA Brasil marca presença no Seatrade Cruise Global 2019, em Miami
Por: Agência Guanabara - 12/04/2019

 

Clima de otimismo no Seatrade Cruise Global 2019, maior evento internacional da indústria de cruzeiros, que acontece até esta quinta-feira (11), em Miami, e reúne líderes empresariais, autoridades portuárias e governamentais, fornecedores e entidades como a Cruise Lines International Association (CLIA) e a CLIA Brasil (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), representada por Marco Ferraz, entre outras.

"Estamos no melhor lugar para ter contato com representantes de vários países e para atualização sobre diversas tendências, fazendo um trabalho real em prol do desenvolvimento do setor no Brasil e na América do Sul. Foram diversas reuniões e articulação que, posteriormente, poderão ampliar e melhorar nosso portfólio para o mundo", disse o presidente da CLIA Brasil, Marco Ferraz.

2018 foi um ano de recorde para a indústria de cruzeiros, mostrando não apenas um forte crescimento nas reservas, mas também de crescimento nas compras a bordo, quesito que continua sendo um dos principais impulsionadores de receita para as companhias de cruzeiros. A Cruise Lines International Association (CLIA), relatou um crescimento de mais de 1,5 milhões de passageiros em 2018, estimulado, em parte, pela adição de onze novos navios, que representam mais de 30.000 leitos.

Dentro desse contexto de evolução, o Seatrade 2019 volta sua atenção para a renovação e construção de navios, debatendo novas iniciativas que possam aprimorar ainda mais a eficiência nas operações, trazendo diferenciais relevantes para as viagens marítimas, além do uso da tecnologia para melhorar a experiência do passageiro.  

Para 2019, a CLIA está prevendo um crescimento consistente de mais de 6%, podendo chegar a 30 milhões de cruzeiristas em todo o mundo. Estão programadas 20 novas embarcações para este ano, somando cerca de 40 mil leitos a mais.

 

A maioria dos novos navios seguirão o perfil dos já existentes, mas uma parcela destes estarão alinhados com uma das grandes tendências atuais: navios menores focados em expedições a destinos exóticos, como Galápagos e Antártida, criados para suprir uma forte demanda dos consumidores.

 

A grande concorrência no setor também está impulsionando investimentos significativos renovações de frotas, além de criação de novas atrações, que vão desde tobogãs, a tecnologias que permitem aos passageiros personalizar melhor sua experiência de cruzeiro. 

 

Os destinos pelo mundo são outro tema bastante debatido no evento. A indústria de cruzeiros está trabalhando cada vez mais com os países que buscam garantir que os passageiros tenham experiências únicas e sem preocupações. "Nos próximos oito anos serão 100 novos navios no mercado e precisamos alinhar novas parcerias e estratégias, além de melhorar nossas condições tanto em infraestrutura quando em legislação para que muitos deles venham para o nosso país. Com isso, teremos mais giro e impacto na economia nacional, mais empregos diretos e indiretos e mais oportunidades", disse Marco Ferraz, presidente da CLIA Brasil.

Publicidade:
Últimas Noticias
30/07/2019
16/07/2019
16/07/2019
12/07/2019