Renovar para se manter na arte da conquista e fidelização
Por: Redação - Revista Hotelaria - 27/07/2015

"As ofertas existentes são cada vez maiores, e os clientes cada vez mais exigentes. Modernizações ajudam a nos mantermos competitivos": assim resume André F. Terrengui, gerente comercial do Manacá Hotel, de Foz do Iguaçu, no Paraná, lembrando a importância da repaginação do empreendimento para a conquista dos hóspedes.

Ele conta um pouco do histórico do próprio Manacá para exemplificar essa necessidade sempre preemente dos empreendimentos. "Desde que assumimos o prédio em abril de 2014, o grupo vem fazendo uma série de investimentos. Foram trocados todos os televisores por modelos leds de ultima geração, além de realizarmos a pintura de todos os apartamentos, revitalização dos pisos e aquisição de novos enxovais e mobiliário. Tudo isso pensando em um proporcionar maior conforto ao público que atendemos, que em maioria são famílias que visitam Foz do Iguaçu a turismo de lazer. E continuamos em reformas. Ainda temos de realizar novas pinturas externas. Também estamos em processo de elaboração de um projeto de eficiência energética e em breve lançaremos um projeto de hotel temático. Ainda não podemos falar abertamente pois há pilares importantes a serem definimos, mas o importante é entender que estamos em constante movimento para proporcionar cada vez mais", completa.

Terrengui, ao analisar a ação de revitalização de um hotel de uma forma global, lembra que há reformas que são mais complexas, normalmente estruturantes, porém há um tempo médio para realizá-las. "Isso depende muito do objetivo do estabelecimento. Eu particularmente acredito que deve acontecer a cada período de 5 a 7 anos uma ?repaginação? de apartamentos e áreas sociais. Porém a boa manutenção do prédio pode estender estes períodos", esclarece o executivo.

E finaliza lembrando outro ponto em que, segundo ele, não se pode estacionar: atualização tecnológica e de processos. "Ou você sobe - evolui - ou desce. Os sistemas de automação vêm acompanhando isso trazendo cada vez mais possibilidades. Da mesma forma os processos, sendo que o desafio é sempre proporcionar mais para os empreendimentos".

Já a Vila Kalango, uma das primeiras pousadas de charme a se instalar em Jericoacoara e que completa 15 anos de atividades em 2015, tornou a reforma um "evento com data marcada". Todos os anos o empreendimento fecha por pelo menos um mês para que as renovações sejam feitas sem incomodar os hóspedes.

Para ler a matéria na integra clique aqui.

Publicidade:
Últimas Noticias
31/10/2017
19/10/2017
19/10/2017
19/10/2017