O papel da Robótica no atendimento
Por: Comunicação Promorobot - 30/08/2019

Automatizando com Empatia: Tendência no Atendimento Físico

Após um ano de testes preliminares no mercado Brasileiro, a Umbô abre as portas para os projetos de Robô Físico Recepcionista.

Com tecnologia de base Russa, os robôs atendentes da Umbô passaram por um extenso processo de “tropicalização” para se adaptar à linguagem e cultura brasileira. Durante um ano de existência, a equipe trabalhou de forma a otimizar as funções básicas para funcionamento e as testou em eventos e outras aplicações.

O que é um robô atendente?

O robô atendente é um robô humanoide, capaz de seguir protocolos configurados em seu sistema para resolver as dores comuns de atendimento nos pontos físicos: conflito entre caráter estratégico do atendimento na ponta versus altos custos de atendimento humano nas áreas de varejo, atendimento médico, educação, hotelaria, eventos e outros.

O que um robô atendente faz?

Esse robô atua nas áreas já citadas, executando tarefas rotineiras de atendimento e/ou ativação da marca: fornecer informações, fazer check-in (por meio de reconhecimento facial ou captura de dados de documento apresentado), liberar acesso de visitantes, fazer triagem primária dos interesses ou fazer parte de processo de suporte técnico no atendimento ao cliente em lojas, escolas, museus, bibliotecas. Dentro dessas funções pode se desenvolver com conteúdo exclusivo configurado através de curadoria.

Robótica de serviço é o futuro?

Os testes feitos no Brasil apontaram grande receptividade do público em geral. O robô tem apelo diferenciado, já que pode se relacionar com os consumidores de forma direta sem que estes se sintam acuados ou pressionados.

“De um lado, as empresas querem que a sua marca, sua mensagem, sua voz sejam repassadas ao seu cliente de forma completa e constante, conforme idealizado nos brainstormings de posicionamento. Por isso, investem pesado em treinamento e controle de qualidade de atendimento. Mas o contato “na ponta”, direto com cliente pode pôr em cheque todo o trabalho, pois depende diretamente da capacidade do atendente de não somente absorver, mas repassar o conhecimento. Poucos atendentes conseguem garantir a estabilidade no seu atendimento (humor, saúde, simples cansaço de contato – afinal, somos seres vivos!)”, explica Elena Senik - Fundadora da Umbô.

“Além disto, dada a natureza repetitiva do trabalho de atendimento, a grande rotatividade é muito comum. Atendimento como um todo acaba sendo considerado “um emprego para iniciantes” – e as pessoas procuram sair assim que arrumam posições melhores. O ser humano não consegue viver que nem uma máquina, com um script. Só que atendimento de qualidade, com muita frequência, é exatamente um script padronizado – pois empresa quer padronizar os processos e garantir que todos os seus clientes sejam tratados bem”, - continua. 

“Do ponto de vista do cliente atendido, a interação pessoa x pessoa tem seus pontos fracos. Situações desconfortáveis, como, por exemplo “cliente não quis ouvir – mas o atendente quis explicar, ou cliente quis ouvir, mas o atendente não estava a fim de explicar” - com a máquina bem treinada, com análise constante de feedback e curadoria, essa relação se torna dinâmica e fluida, já que a pessoa pode dizer o que quiser e pedir para o robô se repetir quantas vezes forem necessárias. 

O robô é um avatar da empresa – 100% controlável e previsível, emocional, empático, formal ou não - para contato direto com seu público.

Neste ponto de conflito triplo e nato dos interesses – da empresa e da natureza humana – os robôs bem treinados e confiáveis em termos de qualidade de hardware e mecânica são uma solução do problema.”

A Umbô é uma empresa nacional que implementa soluções de atendimento personalizado por meio dos robôs-humanoides. Aposta na ideia de unir eficiência de atendimento com experiência e emoção para fidelizar o cliente ao longo do seu contato com a marca numa loja ou num ponto físico.

Em operação há um ano, a startup realizou mais de 20 projetos variados na área de saúde, educação, varejo e eventos.

No mercado brasileiro, a Umbô oferece serviço de customização dos robôs Promobot, integração com sistemas ERP/CRM, formulação do processo/script de atendimento, treinamento e curadoria dos robôs. Para feiras e eventos, a empresa ajuda com desenvolvimento de cenários de atuação para maximizar o efeito de ativação da marca

 

Publicidade:
Últimas Noticias
30/10/2019
18/09/2019
18/09/2019
18/09/2019